Buscar
  • morteassistida

Movimento pela Despenalização da Morte Assistida reuniu com os grupos parlamentares do PS e do Bloco


Esta terça-feira, o Movimento pela Despenalização da Morte Assistida reuniu com os grupos parlamentares do PS e do Bloco de Esquerda.

O movimento quis mostrar o seu empenho em manter o assunto da despenalização da eutanásia na agenda política, criando condições para que seja aprovada no decorrer da próxima legislatura. Nesse sentido, apelou a que os partidos inscrevessem no seu programa eleitoral a sua posição face à despenalização da eutanásia.

Na reunião com o PS, os membros do movimento reuniram com os deputados Maria Antónia Almeida Santos, Pedro Bacelar Vasconcelos e Isabel Moreira. Os três deputados mostraram-se favoráveis à proposta do manifesto do movimento, não podendo comprometer-se com a inscrição do tema no programa eleitoral, pese embore a iniciativa parlamentar nesse sentido no decorrer da legislatura actual. Os três mostraram-se solidários com os objectivos do movimento e afirmaram que iriam juntar esforços de forma a inscrever o assunto da despenalização da morte assistida na agenda do partido e, por conseguinte, no programa eleitoral.

Na reunião com o Bloco de Esquerda, os membros reuniram-se com o deputado José Manuel Pureza e o assessor Vasco Barata. O deputado mostrou o seu empenho em contribuir para a despenalização da morte assistida, garantindo que é assunto a ser abordado pelo programa eleitoral a ser apresentado a escrutínio para as próximas eleições legislativas. O Bloco de Esquerda mostrou-se solidário com os propósitos do movimento, considerando-o prioritário na agenda pública política.

O movimento reunirá com o PCP, que votou contra os projectos de despenalização da eutanásia, na próxima terça-feira. 


34 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now